Death Stranding | mais detalhes do enredo são revelados

Avatar

Restado apenas alguns meses até seu lançamento, Death Stranding permanece sendo um mistério tanto para os fãs do trabalho de Hideo Kojima, como para a mídia especializada: afinal, o que esse game tem de tão incrível e que ainda permanece oculto?

Prezando pelo mistério até o seu lançamento, alguns poucos detalhes foram revelados durante sua apresentação na Gamescom 2019, na Alemanha. Uma delas, é que teremos o apresentador e co-fundador do The Game Awards e amigo pessoal de Kojima, Geoff Keighley como um NPC durante nossa campanha.

Mas, para os participantes da Gamescom, os produtores disponibilizaram uma cutscene de aproximadamente 7 minutos, onde os personagens Die-Hardman (Tommie Earl Jenkins) e Amelie (Lindsay Wagner), explicam a Sam (Norman Reedus) qual é a sua missão principal.
Essa apresentação foi exibida à portas fechadas, sendo programada para ser revelada durante a Tokyo Game Show deste ano. Porém, o pessoal do RePorter Bridges – um pequeno canal italiano, dedicado a abordar as novidades que surgem sobre o jogo -, conseguiu registrar através de uma gravação via celular, toda a cutscene, revelando a principal tarefa de Sam nesse vasto mundo.

Na cena em questão, podemos ver Sam e Die-Hardman em uma conversa no que parece ser o quarto de uma grande casa. Die-Hardman diz a Sam:
Sam, me escute. América, o reconstrutivisto, o seu sonho não está morto. Esta é a face da nova esperança, a nova América.“. Nesse momento, a cena mostra, sob uma forte luz, a silhueta de Amelie.

Amelie diz a Sam que sua mãe faleceu (aquela senhora que vimos em outro trailer, acamada, na Casa Branca. Ela se chamada Bridget), mas “que seu corpo ainda está na praia e não consegue envelhecer”.
Aqui, fica claro que Sam e Amelie possuem uma relação de longa data. É revelado que desde que Sam fugiu, passaram-se 10 anos até esse reencontro.

Die-Hardman explica então que Amelie planejou uma viagem de reunificação da América e foi para a Costa Oeste, convencendo comunidade a se conectarem e que após três anos, conseguiram chegar até o Pacífico. Entretanto, ela acabou sendo capturada e presa pelos Homo Demons na cidade de Edge Knot, uma força de resistência à United Cities of America e do governo de sua mãe.

Tomado por um sentimento de desconfiança, Sam desconfia das palavras de Amelie e Die-Hardman. Ambos se justificam, dizendo que não querem controle sobre as pessoas, mas a sua unificação, em um período onde elas se distanciaram umas das outras.

Então, é revelado que nossa peregrinação será para o Oeste, com o objetivo de concluir o que Amelie começou.
Sam terá que encontrar os terminais de acesso online Chirale, e deverá utilizar seu Q-Pin (aquele colar com vários “pen-drives” que possuem equações matemáticas) para conectá-los.

Die-Hardman diz a Sam:
Leve o Q-Pin para o Oeste, Sam, e reconecte as pessoas de nossa grande nação. Quando chegar à cidade de Edge Knot, encontre Amelie e a traga para casa“.

Sam então parte em uma jornada para cumprir o desejo de Bridget, salvando Amelie e conectado as cidades da América, além de ter sua redenção, após ter virado as costas há 10 anos para tudo isso.

Death Stranding é um jogo exclusivo de Playstation 4 e será lançado em 8 de novembro.

Fonte: Eurogamer