Hideo Kojima compara sua forma de criação de jogos com Westworld

Avatar

Westworld foi uma série que não só trouxe uma forma narrativa bastante intrigante, como também tem a responsabilidade de assumir o trono vazio que será deixado após o fim de Game of Thrones.

A série ainda está em andamento de sua primeira temporada, mas já está deixando os espectadores de cabelo em pé, com sua abordagem profunda, maquiada de um looping infinito.

E quem se identificou muito com a série, foi o pai de Metal Gear Solid, Hideo Kojima.
Kojima publicou em seu Twitter, que a forma como Robert Ford (interpretado por Anthony Hopkins) descreve a criação das narrativas do parque temático, é muito semelhante a sua forma de pensamento para os games que ele desenvolve.

A fala abaixo, facilita a ilustração da “filosofia de trabalho” de ambos:

“Eles voltam por causa das sutilizes, dos detalhes. Eles voltam porque eles descobrem algo que imaginam que ninguém percebeu antes, algo pelo qual se apaixonam. Eles não estão procurando uma história que o digam quem eles são. Eles já sabem quem eles são. Eles estão aqui porque querem um vislumbre de quem podem ser.”

Fica a pergunta: Se Kojima pudesse criar um parque temático de MGS, será que ficaríamos duas horas falando com os anfitriões do parque, ou teríamos mais ação?

Fonte: Critical Hits