Hardware do Nintendo Switch possui falha que permite pirataria

Avatar

Não é de hoje que a Nintendo sofre com constantes problemas de pirataria em seus consoles.
Recentemente, um grupo de hackers conseguiu hackear o sistema do Nintendo Switch, instalando um sistema operacional Linux e até mesmo uma versão do emulador Dolphin, capaz de rodar jogos de Gamecube e Wii através de emulação.

Entretanto, a empresa sempre se ateve à segurança do aparelho, lançando constantes atualizações para impedir que mais usuários aderíssem a pirataria.

Mas foi descoberto uma falha crucial no hardware do console que poderá abrir definitivamente a entrada de conteúdo pirateado.
O Nintendo Switch apresentou uma vulnerabilidade ao ser utilizado o modo de recuperação USB, utilizando o chip Tegra X1 da NVidia, que pode rodar códigos personalizados.

Entretanto, o único meio de acessar esse sistema, é através de um pequeno curto circuito na ligação do controle Joy-Con.

Um grupo de hackers chamado Fail0verflow já conseguiu desenvolver um dispositivo que permite fazer esse curto para rodar o código via recuperação USB.

Com tal falha exposta, a única alternativa da Nintendo para corrigir o problema seria uma revisão na arquitetura do seu aparelho, o que possivelmente faria a empresa ter uma queda significativa nos lucros, já que todos os consoles vigentes no mercado hoje, podem ser destravados.

A Nintendo ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

Fonte: Eurogamer