E3 2016 – Conferência Nintendo

Avatar
Encerrando as conferências, tivemos a Nintendo fechando os anúncios de games de todas conferência. E convenhamos: ela se prova a cada ano, que sabe instigar o público a voltar suas atenções para o que ela tem a mostrar – independente daqueles que insistem dizer que a empresa está morta – e que falando bem a verdade, é uma empresa que a gente tem que ser questionar se ainda precisa da E3 pra fazer mercado – há anos, a Nintendo não sobe ao palco da E3 para grandes anúncios ou shows pirotécnicos.
A apresentação foi curtíssima, com apenas duas apostas, mas que foi o suficiente pra que uma delas, fosse o jogo mais comentado da feira.
De início, tivemos uma entrevista longa e monótona, sobre Pokémon Sun e Moon – que chegam ao mercado em novembro.
Isso por que, todos durante aquele período, pareciam não estar muito à vontade com a situação. Com respostas bobas, e enaltecendo a fofura dos novos iniciais.
O que mais pareceu interessante, foi o conjunto de ilhas do continente de Alola – novo cenário, que conta com 4 ilhas com características e Pokémons distintos.
Os gráficos, estão melhores, e a promessa é de que o game seja um grande sandbox de bichinhos de bolso, com um dos maiores cenários já criados para um jogo da franquia.
Além disso, o sistema de batalha foi melhorado, e os treinadores Pokémons agora ficarão em campo, podendo ser notado a proporção do tamanho do Pokémon em relação ao seu treinador.
Um modo online em que você terá de enfrentar outros três treinadores também estará disponível, testando a sua habilidade estratégica, onde não apenas a fraqueza do oponente deve ser explorada, mas sim, a sua ação tática.
Apesar de ser uma entrevista até certo ponto chata, Pokémon é sempre uma franquia de sucesso garantido, e Sun e Moon com certeza, manterá não só a famigerada receita da série, como também seu lucro.

E claro, o jogo mais badalado do momento foi The Legend of Zelda: Breath of The Wild.

Felizmente, uma das coisas que a Nintendo sabe fazer e bem, é instigar os seus fãs e entusiastas, quando um grande anúncio está por vir, e guardar tudo a sete chaves.

TLoZ: Breath of the Wild, é talvez o maior game que a franquia Zelda já pode ver. Com um mundo gigante a se explorar, além de outras características como o próprio Link, que pela primeira vez, se chamará Link (e você não terá a opção de alterar o seu nome, para “se sentir dentro da história”). Além disso, Link agora conta com uma infinidade de armas – estas, coletadas dos inimigos após os combates.

Cada uma delas possui além de uma característica de ataque único, agora elas também possuem uma pequena Lore – como visto em Dark Souls, onde os itens tem uma história por trás.

O jogo também apresentou em sua gameplay, um dinamismo gigante quando vemos a interação ao mundo ao nosso redor, onde o vento interfere e muito, no gameplay.

Efeitos de fumaça, de luz e tudo no game o torna muito artístico e autêntico, preservando o colorido mundo de The Legend of Zelda.

Isso rendeu não só uma boa impressão sobre o game, como também o fez ser o game mais comentado da feira toda. E cá entre nós, não é a primeira vez que a Nintendo faz algo do tipo.
Quando todos pensam que a empresa irá morrer e sair do mercado, eis que ela regressa mais e mais forte, ainda que timidamente com conferências bastante “desempolgantes” em conteúdo informativo.

Apesar da entrevista sobre Pokémon Sun e Moon ter sido bem irrelevante nesse quesito de informação, a entrevista com Shigeru Myiamoto durante a apresentação do gameplay do novo Zelda, foi muito informativa, e trouxe muitos detalhes, como o comportamento de Link diante do mundo que o cerca, e também novas funcionalidades foram apresentadas – como um modo furtivo, além de agora podermos usar o cenário para derrotar os inimigos em certos momentos (atendo fogo, fazendo com que pedras imensas rolem ladeira abaixo, etc.).

Para quem estiver curioso em saber mais sobre os games apresentados, o canal oficial da Nintendo no Youtube, já conta com muitas horas não só de gemplay, mas também de apresentações da jogabilidade, e características técnicas.


Muitas coisas foram reveladas durante a conferência da Nintendo sobre o game, e eu sugiro a vocês que pesquisem e assistam às entrevistas, para mais detalhes. Todos os vídeos da conferência, estão disponíveis no canal da Nintendo.