Xbox 360: Microsoft terá que responder na justiça por falha em seu hardware antigo

Avatar

Quem é usuário antigo do Xbox 360, deve se lembrar que em meados do lançamento do console, alguns consumidores reportaram um problema bastante sério, e que deu muita dor de cabeça: o console, simplesmente arranhava completamente a mídia, fazendo com que ela se tornasse inutilizável.
Isso, na época, gerou um enorme confronto entre a fabricante, e seus consumidores.

As pessoas que reportaram esse problema, contaram que o CD girava a uma velocidade tão alta, que fazia com que a mídia se deslocasse para outras partes do console, e arranhando a mídia à um ponto que o usuário não conseguia reutilizá-la.
A Microsoft, por sua vez, sempre rebateu as acusações, e informou que grande parte de seus consumidores não notaram o problema, e que isso era devido ao mal uso do aparelho, por parte da minoria.

xbox

Mas, em meados de 2008, a Microsoft tomou uma rasteira judicial: em um testemunho apresentado a um juíz que cuidava do processo, estava o relato de um dos gerentes de programa, que afirmou que a Microsoft tinha total ciência do problema, quando o aparelho era reposicionado.

Ainda nesse relato, o gerente em questão salientou que foram apresentados três soluções diferentes para a resolução do problema, mas que todas estas, foram rejeitadas pela Microsoft. Dentre elas, uma seria a inclusão de peças na sua unidade óptica, que fariam a redução do nível de rotação da mídia. Em questão de valores, essa inclusão acrescentaria 50 centavos de dólar em cada unidade (uma mixaria que evitaria muita dor de cabeça!). De acordo com os documentos, a Microsoft teria recebido cerca de 55 mil reclamações sobre esse problema.

Em março deste ano, a Microsoft teve uma apelação negada por três juízes do nono Tribunal de Circuito de Apelações. Portanto, caso a empresa não leve o caso para o Supremo Tribunal Federal dos EUA (a esfera judicial mais alta do país), o caso continuará aberto.

Fonte: Baixaki Jogos / U.S. Ninth Circuit Court of Appeals