Warpzone – O saudosismo das bancas está de volta

Avatar

Hoje em dia, é cada vez mais difícil você sair de casa, e ir em uma banca de jornal comprar uma revista de game, certo? Os grandes portais de notícias e sites do gênero, tomaram o lugar das páginas e gavetas do seu guarda-roupa.

Mas, mudando esse paradigma, e trazendo games nostálgicos, a Warpzone traz novamente, aquela saudosa sensação de ir até uma banca, para comprar uma revista que ensine dicas e truques, além de trazer um conteúdo informativo bem vasto.

Desde já, gostaria de agradecer ao editorial da revista, que me forneceu três exemplares:

Um exemplar, que conta com 101 jogos inesquecíveis de Mega Drive – que além de contar com games clássicos, como Golden Axe, Gunstar Heroes e Sonic, também traz alguns nomes pouco conhecidos do grande público.
Além de uma descrição rápida sobre o jogo, ou o seu enredo, há também um pequeno campo de curiosidades – e isso envolve tanto curiosidades que estão dentro do jogo, como também coisas ligadas a produção do game.

E não somente sobre Mega Drive você vai encontrar na publicação, que conta também com vários outros consoles, trazendo sempre, os 101 jogos que marcaram uma geração.

warpzone2

Me foi fornecido também, dois exemplares sobre Biografias de personagens: uma contendo uma biografia completa de Mario, Crash Bandicoot, Gex the Gecko, e também Goemon.
Detalhes sobre como foi o desenvolvimento do personagem, além de curiosidades e também uma linha do tempo são mostradas aqui, com páginas muito vibrantes, e ilustrações tanto in-game (com pixels), como também artes conceituais.

Já a outra, traz quatro biografias, do rival do encanador na época, Sonic, além de Klonoa, Banjoo (de Banjoo-Kazooie) e Rayman. Outra linda edição, com várias fotografias dos desenvolvedores, além de um texto agradável, e que nos transporta direto ao passado de locadoras cheias, e assoprando fitas e leitores de CDs ruins.

A qualidade da revista é algo realmente impressionante, onde temos a sensação de ler uma publicação de meados dos anos 90. Com cores vibrantes, e páginas cheias de ilustrações.
Além de também destacar a qualidade do material das páginas, e também da maleabilidade da revista, não apresentando aquele velho problema de revistas onde dobrar as páginas, era quase que um atentando contra a integridade da publicação.

Os textos são muito bem redigidos, e é interessante notar que é muito difícil encontrar erros de digitação na publicação. Uma vez que outra me deparei com um espaço faltando, ou uma tecla digitada errada, mas nada que comprometa a qualidade do material entregue.

Minha única ressalva para a Warpzone, é que seu preço, em algumas publicações, se torna caro. Isso por que, apesar de ser um bom material para colecionar, é o tipo de publicação que beira os R$20,00.
Há algumas outras edições da revista, como a revista-poster, que com menos de R$5,00 você adquire uma. Mas as publicações encadernadas e numeradas, ainda tem um toque salgado no bolso do consumidor.

Warpzone é uma volta a um passado gostoso de se lembrar, pois remete a nossa infância. Mesmo que você saiba que muitas dicas são hoje, facilmente encontradas em sites, fóruns e em canais retrôs no Youtube, vale a pena ainda sentar no sofá, e abrir aquela revista, e sentir aquele cheiro de papel novinho.
Se você se achava nostálgico por jogar jogos antigos, ou possuir consoles de gerações passadas, seu sentimento vai ficar ainda mais completo, tendo uma coleção dessas na sua estante, ou sua mesa de sala.

Você pode adquirir suas edições através do site, Clicando Aqui.