“Uma sequência de Alan Wake ou Quantum Break só depende da Microsoft”, diz CEO da Remedy

Avatar

A Remedy é uma produtora com uma longa trajetória junto a Microsoft. As duas empresas trouxeram bons frutos dessa união, como Quantum Break, no Xbox One, e anteriormente, Alan Wake, no Xbox 360 e PC.
Uma das surpresas durante a E3, foi o anúncio de um novo jogo da empresa, chamado Control, apresentado durante a conferência da Sony, que traz bastante do feeling de Quantum Break, como foi possível ver em seu teaser.

Apesar de sido revelado na conferência da Sony, o game também será lançado para PC e Xbox One.

Mas, e quanto as franquias já consolidadas da Remedy, será que nenhuma delas terá uma sequência? O tão sonhado Alan Wake 2 será apenas um sonho distante dos fãs que há anos, procuram por pistas da continuação da história do escritor?

Segundo o CEO da Remedy, Tero Virtala, uma sequência para estes dois jogos depende unica e exclusivamente da Microsoft querer investir.
Virtala disse em recente entrevista ao GameIndustry que ambas as IPs (Propriedades Intelectuais) são de posse da Microsoft e que não cabe ao estúdio idealizar uma sequência sem a aval da empresa.

Considerando nosso histórico… Alan Wake foi realmente um projeto interessante, mas foi uma colaboração com a Microsoft. Devido a algumas razões, ele nunca teve uma sequência. Enquanto isso, em Quantum Break, nós tivemos um grande esforço em criar o mundo, personagens, histórias, mas a propriedade pertence à ela [Microsoft]. São eles que decidem se querem ir além“, disse Virtala.

Por esta razão, a empresa lutou para poder ter os direitos de propriedade sobre o novo projeto, Control, de forma que ela mesma possa decidir sobre o futuro do jogo.

Fonte: Eurogamer