Hacker consegue emular sistema do SNES Mini dentro do Nintendo Switch

Avatar

Após confirmarem que uma falha de hardware foi crucial para iniciar a inclusão de homebrews e softwares piratas no Nintendo Switch, ainda não existe um planejamento para que uma nova linha do popular console da Big N passe por uma atualização de seu hardware, impossibilitando que hackers o utilizem para disseminar conteúdos não-licenciados.

Enquanto essa atualização não acontece, alguns hackers se divertem fazendo as mais variadas coisas com o acesso ao sistema interno do aparelho.
Um deles está se dedicando a colocar o mesmo sistema do SNES Classic Mini dentro do aparelho híbrido, segundo informações do site “Kotaku“.

Segundo informações obtidas pelo site, o sistema do mini-aparelho poderá ser instalada por meio de um simples cartão SD conectado ao Switch.

Sam Breadman, o hacker responsável por essa modificação, postou um vídeo em seu canal no Youtube, mostrando o sistema do SNES Classic em pleno funcionamento no hardware do Switch.
Embora o sistema esteja rodando, ele ainda não é capaz de emular os jogos presentes na coletânea.

“Eu só queria uma autêntica experiência SNES Classic ou NES Classic para eu pegar meu Switch, dar um Joy-Con para um amigo e jogar alguns jogos. A Nintendo está bastante alheia a essa situação. Se eles não vão fornecer uma solução adequada, eu vou. Ou outra pessoa o fará. É por isso que eu amo muito o homebrew. Fazendo o que a Nintendo não faz. Eu nunca entendo as decisões de negócios dela.”

, disse o hacker em entrevista para o Kotaku.

Ainda não há qualquer plano da Nintendo de lançar o Virtual Console para seu novo aparelho. Entretanto, a empresa anunciou que lançará ao menos 20 títlos clássicos do NES no seu novo serviço online, chamado Nintendo Switch Online, que chega em setembro com mensalidades à partir de US$ 4 (cerca de R$14 em conversão direta) ou US$20 anual (em torno de R$73).

Fonte: UOL Jogos / Kotaku / Youtube