E-sports que você deveria acompanhar

Avatar

Os e-sports estão crescendo cada vez mais em popularidade e na próxima década os seus números devem até mesmo rivalizar com o de esportes tradicionais. Em 2017, de acordo com dados da agência de publicidade Newzoo, ao redor do planeta espectadores assistiram a mais de 290 bilhões de minutos de partidas de jogos e o mercado movimentou globalmente mais de 700 milhões de dólares.

A natureza mundial dos e-sports, cujos jogos são lançados em diversos países simultaneamente, permite que times de todo o mundo disputem eventos internacionais em pé de igualdade e torna as disputas extremamente competitivas e emocionantes.

São diversos e-sports para escolher e aqui estão informações sobre alguns dos jogos mais populares no Brasil, incluindo datas dos próximos torneios e alguns jogadores para acompanhar e torcer.

No país do futebol é impossível não mencionar Fifa e em 2018 a Eletronic Esports World Cup (ESWC) finalmente retornou ao Brasil. Nos dias 28 e 29 de abril, São Paulo recebeu uma incrível edição da ESWC FIFA 18, na qual o brasileiro Resende7 foi um dos grandes vencedores.

 

Após a superação de mais algumas etapas, ele e o competidor Senna do Boné foram os brasileiros que garantiram suas vagas para a final da competição. O grande evento acontece em Londres durante o mês de agosto e merece ser conferido pelos entusiastas de e-sports.

Foto por Xavier Caré/ CC BY-SA 4.0

Um dos grandes destaques nacionais deste ano foi a primeira edição do Circuito Paranaense de esportes, que ocorreu em março. Foram disputadas competições online de League of Legends (LOL) e Counter Strike: Global Offensive (CS:GO), ambos patrocinados pela Copel Telecom e pela famosa Agência Ghames.

O Circuito foi completamente inovador e além de uma premiação acima de R$ 15 mil, as equipes disputaram partidas emocionantes por mais de 5 mil CriptoReals, uma das moedas criptografadas brasileiras. Foi a primeira vez que uma liga de e-sports na América Latina ofereceu um prêmio em criptomoedas e a novidade animou os competidores.

Dos 10 jogadores de e-sports brasileiros mais bem pagos do mundo, sete estão diretamente ligados a CS:GO, o que tornou esta uma das competições mais disputadas e emocionantes de todo o território nacional.

Após muitas disputas acirradas de CS:GO, a equipe Play4Lan e-Sports foi a grande campeã, enquanto o time Londrama conquistou a segunda colocação. O mesmo nível de competitividade foi mantido em League of Legends, mas no final o Smoking Snakes ficou com o primeiro lugar e o COBRAS em segundo.

Esta edição inaugural do circuito foi um grande sucesso de público e demonstrou o potencial de crescimento enorme deste tipo do e-sport no Brasil. Os organizadores do evento já anunciaram em sua página do Facebook que ela foi apenas a primeira e tudo indica que teremos muito mais competições deste nível no país.

A turnê mundial de Hearthstone é outra que tem obtido um crescimento explosivo nos últimos anos e seu sucesso tem até mesmo atraído atletas de outros esportes. É o caso de Johannes “JonnyStoneHS” Steindl, que costumava competir profissionalmente através do poker e agora se especializou no jogo.

Steindl até mesmo diz que existem diversas habilidades transferíveis entre jogadores de videogame e de poker, que ele usa para o seu benefício.  Dentre as principais habilidades que podem ser utilizadas em ambos estão a habilidade de se manter focado sob pressão, saber enganar o adversário, se manter na disputa por várias horas ininterruptas e conseguir se autocontrolar, especialmente em relação ao conhecido tilt, que costuma influenciar competidores menos experientes quando ocorre uma sequência de rodadas ruins.

A primeira disputa de Hearthstone na América Latina será a Copa América 2018, que também coincide com a primeira parada do Hearthstone Championship Tour (HCT) do ano. A Copa América será dividida em três temporadas, Verão, Outono e Inverno, que estarão diretamente conectadas com as temporadas oficiais da HTC e as premiações de todos estes torneios superará a casa dos milhões de dólares.

O campeonato é complexo demais para explicar em apenas um artigo, mas todas as etapas destas competições podem ser assistidas no canal oficial da Blizzard no Twitch, no qual também são regularmente lançadas informações a respeito das disputas e dos melhores competidores, além de excelentes comentários em português por uma dupla  especializada de comentaristas.

 Foto por GwentMasters/Promotional Distribution

Outro jogo que tem crescido cada vez mais em território nacional é o Gwent, que conta com um circuito competitivo muito interessante especialmente para novos jogadores que queiram se aventurar nas competições.

A principal competição de Gwent é conhecida como Gwent Masters e conta com duas modalidades distintas, além de uma final internacional. Entre a modalidade Open, Challenger e a final World Masters, serão distribuídos mais de 375 mil dólares em premiações para os participantes.

O ranking do jogo é conhecido como Pro Ladder e é liberado após o jogador atingir o nível 21. Os interessados em se manter em boas colocações precisam ficar ativos regularmente no Gwent e manter diversos tipos de decks, assim como facções aliadas.

Uma das grandes vantagens do jogo é que é possível disputar o torneio e participar dos campeonatos a partir de qualquer plataforma, seja ela o PC, o Xbox One ou o Playstation 4.
Toda temporada, os 200 melhores competidores dos torneios oficiais são recompensados com Crown Points e dependendo da sua colocação no ranking podem participar das modalidades oficiais.

A cada final de temporada os oito melhores jogadores de Gwent participam do Gwent Open, um circuito com duração de oito etapas. Os dois primeiros garantem 25 mil dólares e vagas para o Gwent Challenger.

Nesta modalidade são cinco etapas dentro do circuito, que contém diversos jogadores convidados, além dos quatro finalistas do último Open e os três competidores com o maior número de Crown Points durante duas temporadas. Os vencedores são agraciados com uma premiação de 100 mil dólares.

Finalmente, o Gwent World Masters é a final do circuito competitivo do jogo e conta com um campeonato mundial que distribuirá 250 mil dólares em prêmios. São oito competidores no total, divididos entre cinco vencedores de Challengers passados e até sete jogadores com a maior quantidade de Crown Points durante as temporadas.

As competições nacionais e internacionais de Fifa 18, CS:GO, League of Legends, Hearthstone e Gwent mencionadas aqui são apenas algumas das disputas de e-sports que definitivamente merecem ser acompanhadas.

O universo das competições oficiais de jogos é extremamente rico e possui esportes para todos os gostos, então definitivamente é possível encontrar algum que vai interessar e não foi mencionado, ainda mais considerando que a tendência é que nos próximos anos esta área cresça cada vez mais.