Programador diz que termo teraflop é “totalmente sem sentido”

Avatar

Em seu pronunciamento ontem, através de uma transmissão gravada, a Sony revelou que o Playstation 5 contará com 10.28 TeraFlops, conta os 12.16 TeraFlops do Xbox Series X.
Essa medição tem sido um dos parâmetros de referência para determinar a capacidade de proporcionar o melhor desempenho de um jogo.

No entanto, indo na contramão da corrente, o desenvolvedor Matt Phillips, que trabalha há 15 anos na indústria, e participou de 24 títulos AAA, disse que nenhum de seus colegas usou o termo teraflop como uma unidade de medida para determinar a qualidade de um game. Além disso, o programador ainda disse que o termo é “totalmente sem sentido“.

Como programador há mais de 15 anos e tendo trabalhando em 24 títulos AAA para diversas plataformas como Nintendo, Microsoft e Playstation, nem eu, nem meus colegas da área utilizamos, alguma vez, o termo “teraflop” como uma espécie de referência. Abandonem esse tempo, pois ele é totalmente sem sentido“, disse Phillips em seu Twitter.

O que de fato é importante para a qualidade de um jogo em hardwares novos, são bons Kits de desenvolvimento, compiladores C++ e de shaders atualizados, um leque de ferramentas de CPU e GPU, e não esses gimmicks“, disse Phillips.

Matt ainda conclui falando que consoles que trazem um hardware poderoso, com grandes quantidades de memória RAM e um kit de CPU/GPU atualizados ajudam, dependendo do tipo de game que está em desenvolvimento, mas crê que “atingimos o teto para a fidelidade visual vs. o tempo / orçamento / pessoal requerido, e ter especificações maiores não é sinal de qualidade“.

Tanto o Playstation 5 como o Xbox Series X estão com seu lançamento agendado para o Natal de 2020. Nenhum deles ainda teve seu preço anunciado.

Fonte: Eurogamer