Presidente da Konami diz que empresa ainda se importa com títulos de console

Avatar

Apesar de já fazerem 4 anos que não lança nenhum título AAA, a Konami ainda acredita que seus títulos para console são os mais importantes na indústria.

Desde o lançamento de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, a Konami parece ter entrado em um longo e conturbado período de hiato de lançamentos.
Grande parte dos problemas envolvendo o nome da empresa, se deram por conta de projetos promissores cancelados (como Silent Hills (P.T)), além do longo e desgastante processo de rompimento com o produtor e diretor Hideo Kojima. Além, é claro, da empresa tentar aproveitar o sucesso de franquias como Metal Gear Solid e Castlevania, e lançar projetos de uma forma não tão bem aceita pelos fãs – como Metal Gear Survive e as coletâneas de Castlevania, que foram classificadas por alguns sites especializados como “emulações de baixo nível“.

Em uma entrevista ao site GameIndustry, o presidente da Konami Europe, Masami Saso, afirmou que, eventualmente, a empresa retornará a trabalhar em suas “propriedades intelectuais mundialmente conhecidas”.

 

Mesmo com as novas plataformas chegando ao mercado, acreditamos que o jogos para consoles são os mais importantes

 

Saso ainda disse que o compromisso da Konami é continuar trabalhando e colocando seus esforços em jogos para consoles.

 

Nós nos desafiamos em termos tecnológicos em nossos títulos para consoles. Mas, ultimamente assumimos essa postura em títulos para mobile, por que entendemos que esse mercado se expandiu de uma maneira mais rápida e se tornou mais acessível. Mas queremos continuar a colocar nosso esforços de produção em títulos para consoles.

 

Ele ainda afirmou que há projetos em desenvolvimento que ainda não foram revelados ao público.

 

Temos planos para ampliar nosso catálogo. Além de versões multi-plataformas, como PES e Yu-Gi-OH, temos planos de trabalhar em projetos globalmente famosos em um futuro próximo. E isso inclui os consoles, obviamente.

 

Um dos agravantes, que levou grande parte do público a perder o interesse em trabalhos com grandes franquias, foi Metal Gear Survive, que acabou sendo um fracasso em vendas, além de ser duramente criticado por suas políticas de venda – como os slots de save, que eram vendidos por dinheiro real.

O que resta aos fãs, é torcer para que assim como a Capcom fez, a Konami possa se reinventar e ouvir mais o que seus fãs têm a dizer e sugerir.

Fonte: Eurogamer