Grupo de modders está criando um sistema multiplayer em “Zelda: Breath of the Wild”

Avatar

The Legend of Zelda: Breath of the Wild é sem dúvidas, um dos grandes marcos dos games, que conseguiu em pouco tempo de lançamento, consagrar-se como um dos maiores lançamentos já feitos.
Trazendo uma experiência única, que mescla a solidão em um vasto mundo, com uma gama infinita de possibilidades, o jogo une tudo o que há de melhor em vários títulos anteriormente lançados como Skyrim, The Witcher 3 e Dark Souls.

Porém, não seria incomum se alguém pensasse em juntar uma gama enorme de fãs, para que fizessem uma aventura em conjunto. E é exatamente nisso que um modder está trabalhando.
Fooni, como é conhecido na comunidade, resolveu trabalhar com alguns outros companheiros para ampliar ainda mais a experiência do game.

Utilizando o emulador Cemu Wii U, o modder já começou os estágios iniciais para transformar o game em um grande ponto de encontro entre fãs do jogo.
Ainda é cedo para dizer que a modificação é jogável, mas já há um conceito, já que o desenvolvedor liberou uma imagem onde é possível ver dois jogadores no mesmo jogo.

 

Por enquanto, a modificação funciona apenas em um PC, com controles locais. Para isso, é necessário que o Cemu esteja rodando em dois cliente simultâneos.
Porém, segundo relatado pelo usuário do Reddit, S1ash, o serviço ainda é muito instável.
Além disso, o usuário disse que ainda há muito o que trabalhar na interface e na solução de problemas de jogabilidade, como a forma de funcionamento de inventários e em como os desafios dos santuários serão resolvidos em grupo.

Fooni foi categórico ao dizer que, apesar de estar trabalhando árduamente na modificação, ela poderá levar muito tempo – talvez, alguns anos – para concluí-lo.
Há também o fator de que, a Nintendo não é muito amigável com modificações e jogos criados por fãs. Ou seja, o sistema de multijogador de Breath of the Wild pode ser interrompido a qualquer momento.

Fonte: Gamespot