Deputado que quer proibir games bloqueou mais de 5 mil perfis no Facebook

Avatar

A última semana foi marcada pelo polêmico projeto de lei do Deputado Júnior Bozzella (PSL), que visa proibir a comercialização, distribuição, importação, desenvolvimento e criação de jogos, cuja a temática seja violenta.
Após a má repercussão da PL proposta, o deputado havia deixado as atividades em suas redes sociais.

Somente hoje, Bozzella retornou a uma atividade mais frequente em sua conta no Facebook, onde afirmou que o público estaria “achincalhando” sua proposta.

Deputado Junior Bozzella

Dentre as pessoas que questionaram o posicionamento do deputado perante os jogos violentos, um deles pergunta:

“Se você recebeu tanto apoio, por que seu projeto conta com 99% de reprovação em enquete virtual e não há qualquer comentário positivo aqui no Facebook dessas mesmas pessoas que estão te apoiando?”

Em resposta, o deputado alega ter sido vítima de perfis falsos, que o agrediram e que “cabe uma avaliação”.

“Se os que votaram forem os mesmos que passaram aqui para comentar, cabe uma avaliação. Só de fake e pessoas extremamente agressivas eu suspendi 5.786. Debate se faz com educação e respeito.”

Questionando mais uma vez a idoneidade da informação passada por Bozzella, o leitor pergunta como seriam perfis falsos, se os mesmos necessitam de CPF para conclusão do seu voto na enquete virtual.

No último domingo (7), Bozzella disse estar sendo alvo de “ameaças físicas, injúrias, difamações e diversas fake news” após o polêmico Projeto de Lei. Além disso, ele alegou não possuir “absolutamente nada contra” games e seus jogadores, mas que o projeto é um estudo e que “está se aprofundando no caso“.

Fonte: Drops de Jogos / Facebook