Billy Mitchell tem seus recordes reestabelecidos pelo Guiness

Avatar

Billy Mitchell, detentor dos recordes mundiais em Donkey Kong e Pac-Man, passou por uma invalidação de seus títulos por supostas fraudes, em 2018, após uma análise que concluiu que ele utilizou emuladores para a obtenção de tais marcas.

Agora, o comitê do Guiness World Records restabeleceu essas pontuações, que citam novas evidências que indicam que a análise original estava equivocada.

O anúncio de Mitchell ao topo das pontuações desses clássicos dos arcades foi feito através de um vídeo, publicado nesta quinta-feira (18), que pode ser visto logo abaixo (em inglês):

As novas evidências vem do próprio Mitchell, que foi incluida como uma nova parte dentro de uma ação pesada conta o Guiness e outros órgãos de registros de pontuações, como o site Twin Galaxies.

A decisão de reavaliar e revalidar as marcas do jogador foram baseadas na análise de especialistas de jogos clássicos de arcade, que não identificaram o uso de ferramentas ou emuladores, conforme havia sido informado anteriormente.

Com isso, Mitchell retorna ao topo do ranking mundial em Pac-Man, com a marca de 3.333.360 pontos, além de ser o primeiro jogador a atingir a marca de um milhão de pontos em Donkey Kong – recordes esses, estabelecidos em 1999 e 200s, respectivamente.

O Twin Galaxies ainda se recusa a reconhecer os recordes estabelecidos por Mitchell, que teve sua relação com o CEO do site, Jace Hall, abalada, após a remoção das marcas.
Em resposta ao site Ars Technica, que estava fazendo uma cobertura do caso, Hall respondeu aos questionamentos do site apenas com uma imagem do Sapo Caco, dos Muppets, bebendo uma xícara de chá.

Fonte: Polygon