Autor de “The Witcher” pede o equivalente a R$65 milhões para CD Projekt Red

Avatar

Andrzej Sapkowski, autor e criador da série The Witcher, está pedindo na justiça polonesa, 60 milhões de zlotys poloneses (o equivalente a R$ milhões) em “royalties adicionais” pelo uso da CD Projekt Red de sua propriedade intelectual para a criação dos jogos da trilogia The Witcher.

A própria empresa fez questão de trazer a público o pedido do autor, que alega que o contrato original entre as duas partes era referente apenas ao primeiro título da série e que “portanto a distribuição de todos os outros jogos, incluindo suas expansões, adicionais etc é, simplesmente falando, ilegal.

“Estamos totalmente cientes pelo fato de que a alegação do autor expressa aqui não é um pedido típico, e que a ordem de pagamento de dezenas de milhões de zlotys poloneses não é uma ocorrência diária. Ainda assim gostaríamos de assegurar-los que o caso está sendo preparado há algum tempo, e que o Autor está totalmente a par dos cenários que poderão ocorrer dependendo de suas ações. Ainda mais importante, tanto nós quanto o Autor estamos determinados e preparados para ver esta questão chegar a uma conclusão de sucesso total.” (via The Enemy)

Em resposta, a CD Projekt Red fez questão de salientar que não está de acordo com as exigências de Sapkowski e seus advogados.

“Na opinião da Companhia as exigências expressas no pedido não tem base em relação a seu mérito assim como sua quantidade estipulada”, diz o comunicado da empresa. “A Companhia adquiriu legalmente e legitimamente o copyright do trabalho do Sr. Andrzej Sapkowski, no sentido necessário para seu uso em jogos desenvolvidos pela Companhia.” (via The Enemy)

É a vontade da Companhia de manter um bom relacionamento com autores dos trabalhos que inspiraram as próprias criações da CD Projekt RED. Em consequência, a Diretoria fará um grande esforço para garantir uma resolução amigável a este conflito; porém, qualquer resolução deve ser respeitosa a intenções expressas previamente pelas duas partes, assim como contratos vigentes.” (via The Enemy)

Há algum tempo, Sapkowski veio a público e disse lamentar não ter fechado um acordo com uma porcentagem de lucros sobre os jogos desenvolvidos pela CD Projekt Red, especialmente depois do enorme sucesso de vendas e de crítica de The Witcher 3: Wild Hunt.

O site Eurogamer realizou uma entrevista com o autor na época, que disse: “Eu disse: ‘Não, não vai haver nenhum lucro – me dê todo meu dinheiro agora! Tudo. Foi estúpido. Eu fui estúpido o suficiente para deixar tudo nas mãos deles porque não acreditei no seu sucesso. Mas quem poderia prever este sucesso? Eu não.

Os livros escritos por Sapkowski serão adaptados em uma série produzida pelo Netflix que contará com Henry Cavill (que vive Superman, no DCU) como o bruxo Geralt de Rívia.

Fonte: The Enemy