Allison Road, sucessor espiritual de P.T., tem desenvolvimento retomado

Avatar

Com cancelamento confirmado em junho, por razões totalmente obscuras, eis que o projeto de Allison Road – tido pela comunidade, como um sucessor espiritual de Silent Hills (também cancelado após os inúmeros problemas entre a Konami e Hideo Kojima) -, foi retomado por Christian Kesler, que idealizou o projeto.

Kesler enviou uma declaração ao site IGN, falando que o projeto havia sido retomado, porém, este agora está a cargo de seu novo estúdio, Far From Home, fundado com sua esposa que também é uma das executivas.

“Eu estou realmente feliz de poder anunciar que [Alisson Road] irá continuar. Tivemos muito apoio online e algumas das pessoas lá fora são incrivelmente amáveis”, declarou Kesler.

Detalhes sobre o que levou o desenvolvedor a cancelar o projeto, e o que de fato ocorreu com seu antigo estúdio, Lilith Ltd. e a Team 17, não foram revelados no documento enviado ao site. Kesler também revelou que após o cancelamento do projeto, ele teve um tempo para reavaliar o trabalho que havia sido feito até então, e decidiu por continuar o projeto.

“Eu comecei a fazer algumas mudanças necessárias na história e na fluidez, umas coisinhas aqui e ali, e antes que eu me desse conta, ele meio que voltou à vida.”

O desenvolvedor está confiante de que pode continuar o game sozinho. Inclusive, ele fez questão de lembrar que o projeto começou de forma autônoma, sem o auxilio de desenvolvimento e investimento de ninguém, e permaneceu dessa forma por “um longo período”.

“Para o nosso trailer de gameplay, eu fiz toda a modelagem, texturização, shaders, iluminação, etc., e felizmente muitas das mecânicas já estão implementadas à partir da fase de desenvolvimento anterior, então eu posso confortavelmente seguir adiante com o jogo por conta própria, e se chegar em um ponto onde novos recursos e mecânicas são necessários, ou os anteriores precisam ser alterados, eu procurarei por suporte.”

Allison Road ainda não possui data de lançamento confirmado.

Fonte: Gamehall