Nova versão japonesa do NES Mini contará com games baseados em animes e mangás

Avatar

Uma nova versão do NES Mini foi anunciada pela Nintendo e que será distribuída apenas no Japão.

Batizada de Nintendo Classic Mini Family Computer Weekly Shonen Jump 50th Anniversary Edition (sim, esse é realmente o nome oficial da nova versão) em comemoração aos 50 anos da revista Weekly Shonen Jump, ele trará uma nova sequência de jogos.
Desta vez, todos baseados em adaptações de animes e mangás que receberam jogos para o Famicom.

Entre os títulos estão Super Campeões, Dragon Ball, Hokuto no Ken e Cavaleiros do Zodíaco.
A nova versão chegará ao mercado em 7 de junho, custando 7980 ienes (em torno de R$258,00, sem inclusão de taxas de importação e impostos).

A nova versão, segundo informações do site Siliconera, virá com o mesmo design do clássico videogame, porém na cor dourada, como você pode conferir na imagem abaixo:

A Nintendo também relançará no mercado a versão original do NES Mini, mas sua distribuição terá um estoque bem limitado, já que em países como Estados Unidos e Japão, ficou muito difícil de encontrar o mini aparelho no mercado, levando alguns consumidores a optarem pelo mercado cinza, pagando muitas vezes o dobro do valor estipulado pela empresa.

Confira abaixo a lista com os títulos que virão inclusos no Nintendo Classic Mini Family Computer Weekly Shonen Jump:

  • Ankoku Shinwa: Yamato Takeru Densetsu
  • Captain Tsubasa
  • Captain Tsubasa 2
  • Destiny of an Emperor
  • Dragon Ball 3: Gokuden
  • Dragon Ball Z: Kyoushuu! Saiyajin
  • Dragon Ball: Shenron no Nazo
  • Dragon Quest
  • Famicom Jump II: Saikyou no Shichinin
  • Famicom Jump: Hero Retsuden
  • Hokuto no Ken
  • Hokuto no Ken 3: Shin Seiki Souzou Seiken Restuden
  • Kinnikuman: Kinnikusei Oui Soudatsusen
  • Magical Taruruuto-kun: Fantastic World!!
  • Rokudenashi Blues
  • Saint Seiya: Ougon Densetsu
  • Saint Seiya: Ougon Densetsu Kanketsuhen
  • Sakigake!! Otokojuku Shippuu Ichi Gou Sei
  • Sekiryuuou
  • Tag Team Match: Muscle

Fonte: Eurogamer