Notícias

Após 7 meses e com decisão judicial favorável, Gamer Antifa segue suspenso do Twitter

Já fazem 7 meses desde que o perfil Gamer Antifascista, gerido pelo advogado e ativista Anderson do Patrocínio, foi suspenso da plataforma Twitter, após uma crítica direcionada ao streamer Gaules – um dos maiores streamers do mundo -, após uma série de falas, criticando movimentos sociais como o MST e o MTST.

Caso você queira saber mais sobre esse caso, CLIQUE AQUI.

De lá para cá, Anderson tentou todos os meios para reativar sua conta na plataforma – que foram desde um contato direto com a plataforma, chegando ao ponto de entrar com um processo na justiça, para reaver o direito de utilizar novamente a conta. Em decisão favorável ao advogado, a justiça do estado de São Paulo determinou que a plataforma removesse a suspensão da conta, no prazo de cinco dias, a contar da data da decisão, sob pena de multa diária de R$300,00, limitada a R$30 mil.

Os detalhes sobre a decisão podem ser conferidos NESSE LINK.

Ao que tudo indicava, a decisão judicial colocaria um fim à suspensão do perfil “Gamer Antifascista”, que poderia retornar às suas atividades, trazendo debates pertinentes na tríade de jogos eletrônicos, política e inclusão social. Mas nem tudo são flores nesse caso.
Após o término do prazo, o SALVANDO NERD, em cobertura desse caso desde a suspensão do perfil da plataforma de microblogs, conseguiu contato diretamente com a assessoria de imprensa do Twitter, que se limitou apenas a dizer que “não comenta casos que estejam em andamento”, não conseguindo mais nenhuma resposta da plataforma desde então.

Nota do Twitter à imprensa sobre o caso. – Imagem: Reprodução.

Após o banimento de Antifa, outro popular perfil que parodia a Nintendo acabou passando pela mesma situação. A Deusa Nintendo, que é abertamente contrário ao governo de Jair Bolsonaro e suas “políticas neoliberais” – assim como o Gamer Antifascista – teve seu perfil suspenso em 11 de junho de 2021, sem nenhum motivo aparente de ter quebrado alguma regra da plataforma. No último dia 16 de outubro, o perfil teve sua suspensão removida pela plataforma e pôde retornar às suas atividades online.

Segundo a justificativa da plataforma, o perfil foi suspenso após “um sistema que identifica vários perfis de spam ter identificado a conta como sendo uma conta de spam por engano”. Confira a resposta (automática) da plataforma:

Resposta do Twitter, após a suspensão do perfil “Deusa Nintendo” – Imagem: Reprodução

Enquanto isso, Antifa segue na luta para retornar ao Twitter. O advogado já entrou com um recurso na Justiça para que o Twitter libere o acesso a sua antiga conta.
Até lá, seguimos acompanhando o caso e cobrando a plataforma, que acate a decisão.

Vinícius Vidal Rosa

Ex-técnico em informática, jornalista formado e apaixonado por games e tecnologia. Faz do seu tempo livre, uma maneira de levar informação e falar sobre o que gosta.

Disqus Comments Loading...
Compartilhe
Publicado por
Vinícius Vidal Rosa

Posts recentes:

Feito em Cuba por duas pessoas, Saviorless chega no PC, PS5 e Nintendo Switch

A editora francesa Dear Villagers e o pioneiro estúdio indie cubano Empty Head Games têm…

2 meses atrás

Inscrições para gamescom latam 2024 acontecem até dia 5 de maio; saiba como participar

A gamescom, maior evento de games do mundo, está chegando na América Latina com a…

2 meses atrás

Game Station promove ação especial para o Dia Mundial de Conscientização do Autismo

O Game Station, empresa pioneira no ramo de parques de diversão indoor com cerca de…

2 meses atrás

NARUTO X BORUTO Ultimate Ninja STORM CONNECTIONS receberá segundo DLC

A Bandai Namco anunciou hoje (27) o Pacote de DLC 2 de NARUTO X BORUTO…

2 meses atrás

Fallout 76: Atlantic City – America’s Playground já disponível em todas as plataformas

Nesta semana, Fallout 76 recebeu Atlantic City – America's Playground. Esta atualização gratuita já está…

2 meses atrás

OperaGX lança função para adicionar reacts

Já ficou sem palavras, chocado ou simplesmente confuso com um vídeo do YouTube, sem saber…

2 meses atrás

Este site utiliza cookies de terceiros para recompilar informação estatística sobre sua navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o uso.