Fã encontra cédulas de animação usadas em Mega Man 8

Avatar

Mega Man 8 certamente é um dos títulos mais bonitos e bem trabalhados da série clássica do robozinho azul.
Além de trazer gráficos muito bonitos e com uma fluidez que impressionou na época de seu lançamento, o game também contava com algumas animações muito bonitas e dignas de uma produção de um grande estúdio, como a Toei Animation.

Recentemente, um fã da franquia chamado Heidi Kemps, conseguiu adquirir algumas cédulas de animações usadas no jogo.

Isso ocorreu durante o evento Fanimecon 2017 Swap Meet – uma espécie de programa que ocorre dentro do evento, onde visitantes podem realizar trocas de materiais “que não são mais desejados”.
Kemps então, foi abordado por um vendedor que notou seu interesse em produtos relacionado a marca da Capcom, e lhe oferecu uma caixa contendo diversas cédulas de animação por US$300 (algo equivalente a R$1000,00).

Você pode achar um tanto caro alguém pagar isso em pedaços de desenhos, mas em sites como o Ebay, esse tipo de material costuma ser vendido por algumas centenas – e as vezes, milhares – de dólares todos os anos.

Segundo Kemps, “O vendedor notou meu interesse em alguns materiais sobre a Capcom, e puxou uma caixa enorme contendo várias cédulas de animação usadas na produção de Mega Man 8 e me ofereceu tudo. Eu realmente não tinha como recusar, especialmente depois de ver quão lindas essas cédulas eram.

Em uma análise sobre o material, Kemps revelou algumas peculiaridades.
As cédulas revelam algumas coisas interessantes sobre a produção da animação, como a forma que algumas tiveram que sofrer correções e algumas delas foram terceirizadas na Coréia pelo estúdio responsável.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O estúdio em questão, responsável pelas animações é o Xebec, que também trabalhou nas cenas animadas de Mega Men X4, e na série animada Mega Man Battle Network.

Apesar de ser um material único, Kemps não pretende ficar com todo o material que possui. Ele pretende fazer um vídeo, mostrando todas as cédulas, e depois vendê-las individualmente.
Segundo ele, algumas poucas cédulas que ele venda a colecionadores já seriam o suficiente para cobrir o seu “investimento”.

Entretanto, o jovem em nenhum momento revela quem é o vendedor do material, nem mesmo conta como ele às conseguiu, já que se trata de um material muito raro.

Fonte: Rockman Central