Diretor de “The Last of Us: Part II” diz que o tema central da trama será o ódio

Avatar

Muito se espera da sequência de The Last of Us. Mesmo com alguns trailers já divulgados há algum tempo, ainda se sabe muito pouco sobre o que aconteceu com Ellie e Joel nesse tempo entre um jogo e outro.

Entretanto, durante a E3 2018 – que ocorreu entre os dias 09 e 12 de junho em Los Angeles – Confira nosso resumo das principais conferências – o diretor criativo do game, Neil Druckmann, tentou explicar um pouco do conceito que gira ao redor do novo jogo.

Segundo ele, “No primeiro jogo tínhamos uma relação de pai e filho sendo construída a medida que os personagens iam se relacionando, e esse sentimento mostra como eles estão dispostos a se sacrificar para permear essa relação, certo? O jogo todo gira ao redor desse conceito.

Druckmann disse que o próximo jogo será mais focado em um sentimento de ódio.

Nesse novo capítulo, muitas das nossas conversas serão sobre ódio, e isso acaba se tornando muito complexo, com muito mais nuances, pois não sei se você já esteve em uma situação em que testemunhou alguma atrocidade. Ver alguém torturando um animal, ou quando sua mente se transporta para algum lugar… primitivo, onde quer machucar alguém por alguma coisa feita.

Ele ainda complementa, dizendo que uma das propostas do jogo será colocar o jogador em situações onde suas ações permitirão uma reflexão sobre esse sentimento de ódio.

Nós pensamos: “Como explorar isso? Como vamos fazer o jogador sentir essas emoções e acabar pendendo para elas, para que depois reflita em seus atos?” Não posso dar mais detalhes sem estragar a história. Mas estamos contruindo tudo isso, para que o jogador viva um pouco dos conflitos dos personagens.

The Last of Us: Part II ainda não possui data de lançamento confirmada, e será um exclusivo de Playstation 4.

Fonte: Eurogamer