Criador de “Megaman” disse que nova geração não é inovadora.

Avatar

Produtor criticou empresas, e disse que as plataformas futuras “São mais do mesmo”. – Foto: Reprodução.

Em recente entrevista, o produtor e criador do robô azul Megaman, Keiji Inafune, disse o que achou sobre a E3 e as novas apostas de cada empresa para o mercado. Segundo Inafune, ele achou que a nova geração tanto de consoles, como de jogos não oferece nada além de “mais do mesmo”, e soltou o verbo:

“Eu fiquei praticamente dando entrevistas durante a E3, então não pude ficar andando pelo show floor por muito tempo. Mas pela visão geral rápida que eu tive, infelizmente não vi jogos desta vez que eu realmente queria testar. Nós estamos prestes a receber novos hardwares, apesar de tudo, então minha impressão era de que nada mais além de sequências e que não há novos títulos no fim. Com a mudança de geração anterior, também, eu senti que não havia nada de novo, e o lançamento de games para os novos sistemas não parece que foram feitos para eles, mas ao invés disso são jogos da geração atual feito para consoles da próxima. É essa a situação que estamos no momento, e para ser honesto, eu não vi algo realmente novo e inovador na line-up deste ano”.

“É claro, minha impressão é que elas possuem ótimas capacidades como máquinas. No entanto, ao invés de se focarem nessas capacidades, eles estão gastando seu tempo em pensar em como posicionar o jogador com o hardware, ou como fazê-lo jogar. As first-parties estão desafiando os criadores de jogos aqui, já que é o trabalho deles tornar a missão deles em realidade, e ambos criadores e jogadores estão aceitando esse desafio e esperando por esses novos tipos de jogos. Desta forma, eu penso que elas são plataformas significativas. Olhando para o PS4 e Xbox One, eu vejo pouquíssimos casos de ‘essa plataforma pode fazer isso’ e ‘essa não pode’. Eu duvido que os gamers sentirão isso, também. Há muitas diferenças no design de hardware e outros detalhes, mas em termos de diferenciação de cada um, eu não sinto que há diferenças massivas”.

Apesar das críticas que fez, Inafune também parabenizou a Sony,e seu novo console, que vêm fazendo um trabalho bem distinto das demais concorrentes, com o que diz respeito à games independentes. E também ressaltou que o que viu da E3, o estimulou a procurar novos horizontes para o desenvolvimento de seus futuros projetos.

Fonte: GameWorld