Assassin’s Creed: Filme não agradou a crítica e é massacrado

Avatar

Ainda por estrear no Brasil, e recentemente lançado nos EUA, “Assassin’s Creed“, uma das produções mais aguardadas do cinema, parece não ter conquistado a crítica especializada, e poderá cair no limbo de “adaptações de games para o cinema que fracassaram”.

O site Rotten Tomatoes, que cria uma porcentagem conforme as críticas vão saíndo, analisou o filme e o classificou com apenas 21% de aceitação.
Alguns comentários abaixo, mostram um pouco do que a crítica estado-uniense achou do longa:

Por anos nós ouvimos que os filmes do videogames são ruins… Assassin’s Creed não foge dessa maldição” – New Yory Daily News.

No final, o verdadeiro mistério tem pouco a ver com os Assassinos, os Templários ou a Maçã do Éden e mais a ver com o motivo pelo qual tantos talentos pensavam que isso era uma boa ideia” – Associated Press.

Assassin’s Creed é muito confuso. Não, apague isso: É uma bagunça” – Time Magazine.

Assassin’s Creed representa o primeiro filme de Fassbender como produtor, embora seja difícil ver o que o excitou sobre ele, já que ele não tem nada para interpretar” – The Hollywood Reporter.

Em última análise, só acrescenta mais peso à maldição da teoria dos videogames” – CinemaBlend.

Embora seja reforçado por algumas sequências de ação gloriosas e um elenco estelar que realmente nos dá tudo, a falta de qualquer leveza em Assassin’s Creed equivale a uma experiência sem alma que desperdiça seu potencial” – IGN.

Toda a correria nos telhados e as lutas mão-a-mão no mundo não vão fazer um filme valer a pena se você não se importar com os personagens” – Collider.

Talvez uma segunda parte irá resolver muitos destes problemas, mas tal como está, é difícil recomendar este filme a menos que você esteja disposto a ver um monte de desenvolvimento superficial de uma trama por algumas realmente boas cenas de ação” – GameSpot.

Alguns críticos até tentaram dar uma aliviada, sendo que 6 deram nota positivas (mas sempre com ressalvas):

Apesar de muitas vezes confuso, o visual de época é resgatado por suas vistas suntuosas e belos coreografias de luta” – Empire Magazine.

Apesar das performances elegantes, belos visuais e conceitos altos, Assassin’s Creed é, infelizmente, apenas o conto de um cara matando um bando de pessoas e caçando uma coisa” – Digital Spy.

Assassin’s Creed provavelmente fez o melhor que pode com o que tinha na mão e, realmente, esta pode ser a melhor adaptação de videogame até hoje. Lembre-se, isso não significa grande coisa” – Independent.

Assassin’s Creed chega ao Brasil em 12 de janeiro.

Fonte: Gamehall