Técnico de PUBG MOBILE tem história de superação com game

Imagem: Divulgação

PUBG MOBILE tem influenciado positivamente a vida de várias pessoas. Com as oportunidades dadas pelos campeonatos locais e abertos à comunidade, vários talentos vêm sendo apresentados ao cenário competitivo do game. Assim é a história de Kevin Martins, jogador desde que a versão beta foi liberada em 2017, se tornou pro player e hoje é técnico da campeã do PUBG MOBILE America’s Challenge 2021Team Codasolid. Kevin é PCD, mas isso não o impediu de construir uma carreira cheia de conquistas dentro e fora do PUBG MOBILE.

Apesar de ter o potencial questionado no início, investir como coach no cenário competitivo do PUBG MOBILE foi uma vitória para o atleta. “Isso me ensinou muito sobre a superação, sobre não desistir, tenho até uma tatuagem que fiz por conta de minha trajetória ‘giving up is not an option’, desistir não é uma opção.” comentou Kevin.

Além de técnico da Team Codasolid, Kevin também é faixa preta e professor de Karatê, esporte que pratica desde os 6 anos e moldou parte de seu potencial como técnico com os aprendizados no esporte. “No karatê tive muitas dificuldades e preconceitos por ser PCD, pois eu sou da categoria normal, luto contra pessoas que não são PCD em campeonatos, então aprendi muito sobre não desistir e persistir”.

Além de campeão do PUBG MOBILE, Kevin também coleciona medalhas no karatê, esporte no qual foi três vezes campeão brasileiro.

A Team Codasolid está participando do PUBG MOBILE Pro League Brasil que poderá ser assistido através dos canais oficiais do PUBG MOBILE no YoutubeFacebookNimo TV e Twitch.

PUBG MOBILE pode ser baixado gratuitamente na App Store e Google Play Store.

Vinícius Vidal Rosa: Técnico em informática e estudante de jornalismo. Faz do seu tempo livre, uma maneira de levar informação e falar sobre o que gosta: Games e nerdices em geral.
Disqus Comments Loading...

Este site utiliza cookies de terceiros para recompilar informação estatística sobre sua navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o uso.