Jogador brasileiro de Street Fighter V assume ter participado de estupro em live

O jogador profissional de Street Fighter V Robinho FGC não faz mais parte do time Patoz Team. O desligamento do pro player aconteceu após ele assumir em uma live que participou de um estupro coletivo.

A divulgação do trecho ocorreu através de um corte da live, postada no Twitter nesta quinta-feira. Lá, Robinho revela ter embriagado a antiga namorada para que pudesse ter relações sexuais com a garota. Na ocasião, ele diz que chamou mais oito pessoas para participar do ato.

Robinho FGC confessor que participou do estupro de uma garota junto com oito homens – Imagem: Divulgação

[AVISO DE GATILHO] O TRECHO À SEGUIR CONTÉM RELATOS DE ESTUPRO DE VULNERÁVEL .

Após a repercussão do caso, a equipe do Patoz utilizou o seu Twitter oficial para comunicar o desligamento de Robinho da equipe.

Também diante da repercussão do caso, o pro player apagou suas redes sociais e o seu canal na Twitch.
Vale destacar que Robinho se classificou para o torneio Capcom Cup VIII, que ocorre no próximo mês, nos Estados Unidos.

De acordo com o site Jovem Nerd, foi feito contato com a assessoria de comunicação da Capcom para saber quais medidas serão tomadas diante do caso de estupro envolvendo o jogador. Até o momento do fechamento desse material, a empresa não se manifestou sobre o caso. Atualizaremos o material assim que a declaração da empresa for emitida.

Fonte: Jovem Nerd

[ATUALIZAÇÃO – Sexta-feira, 07 de janeiro de 2022, 12h49]
Nesta sexta-feira (7), a Capcom emitiu uma nota informando que a vaga de Robson “Robinho FGC” Oliveira para o mundial de Street Fighter V foi retirada.

A nota emitida para a imprensa diz que “fomos informados de que Robson Oliveira declarou publicamente em uma plataforma de transmissão que teria promovido e participado de atos condenáveis e intoleráveis”.

“Mantemos uma política de tolerância zero para tais atos e comportamentos, os quais, no mínimo, violam o código de conduta dos jogadores, além de possivelmente ferirem as leis brasileiras, os quais requerem providências”, segue a nota.

“Por isso, informamos que daqui por diante, Robson Oliveira está banido permanentemente de todos os eventos pertencentes ou realizados pela Capcom, incluindo a Capcom Pro Tour, Capcom Cup e Street Fighet League. Esse é um banimento global, e portanto se aplica a todos os torneios realizados em qualquer parte do mundo”, diz.

“Embora isso seja apenas uma consequência, esperamos que as autoridades locais investiguem as alegações com o rigor da lei”, conclui o comunicado.

Em entrevista ao Globo Esporte, ainda na quinta-feira (6), o jogador alegou que as declarações eram apenas uma história inventada e desmentiu o caso de estupro citado. “Foi uma coisa que inventei na hora, de zoeira. Isso aí de bebida nem existe”, disse ele durante a entrevista.

Vinícius Vidal Rosa: Técnico em informática e estudante de jornalismo. Faz do seu tempo livre, uma maneira de levar informação e falar sobre o que gosta: Games e nerdices em geral.
Disqus Comments Loading...

Este site utiliza cookies de terceiros para recompilar informação estatística sobre sua navegação. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o uso.