E3 2018 – Confira tudo o que rolou na conferência da Sony

Avatar

Encerrando as apresentações dessa segunda-feira (11), a Sony foi um pouco mais intimista em seu início de conferência, montando um pequeno cenário, com um palco e uma grande tela, remetendo a uma espécie de igreja.
Embora o ambiente fosse um tanto peculiar, um certo desconforto surgiu quando rumores através das redes sociais indicavam que a empresa teria uma ambiente para cada apresentação.

A conferência iniciou-se quando Shawn Layden subiu ao palco, e começou a falar sobre os trabalhos do estúdio e o seu entusiasmo em poder mostrar em quê a companhia vem trabalhando nesse período. Até mesmo piadas sobre Kingsman e a sua tão icônica cena da igreja surgiram.
Foi então que o executivo pediu que Gustavo Santaolalla, compositor da trilha de The Last of Us, subisse ao palco para uma apresentação musical.

Com um banjo no colo, o músico apresentou ao público uma versão do tema principal do jogo. Uma apresentação bem interessante, mas que pouco agregou a conferência.

Após a apresentação, The Last of Us Part II, um dos grandes títulos da empresa, ganhou mais um belíssimo trailer. Então, em uma transição de cenários, somos surpreendidos com um gameplay lindíssimo, com uma ambientação que mostra que esse segundo game será ainda mais sombrio que o primeiro título.

Nele, podemos ver a gama de possibilidades de Ellie em sobreviver nesse mundo hostil, onde a grande questão é: quem de fato são seus inimigos: as criaturas, ou os humanos?

Uma das coisas que mais chamaram a atenção nesse trailer foram, além de seus gráficos, a fluidez do gameplay, o combate corpo-a-corpo e uma nova mecânica de se esconder embaixo de carros.
O jogo está muito mais visceral que o primeiro, onde a crueldade e a carnificina não são poupados dos olhos do jogador – e isso se nota durante todo o gameplay mostrado.

The Last of Us Part II ainda não possui data de lançamento oficial.

Após isso, os rumores de troca de palco eram reais, e uma transmissão ao vivo mostrou uma pequena entrevista com Shawn Layden, falando sobre as decisões da empresa e etc. Isso acabou gerando uma quebra de ritmo da conferência de forma absurda.

Após todas as pessoas chegarem no outro palco, dessa vez muito maior e aparentemente mais confortável, a empresa mais uma vez investiu em música ao vivo. Com uma flauta de bambu e vestimentas orientais, o instrumentista dava o tom do que viria em seguida, o misterioso Ghost of Tsushima (anunciado no evento da Sony em Paris, no ano passado).

Ambientado no Japão feudal de 1274, assumimos o papel do samurai Jim, último sobrevivente da ilha de Tsushima e o responsável por defender suas terras da invasão mongol que ocorrera no lugar.

Com gráficos lindos, e uma ambientação impecável, Ghost of Tsushima traz um combate interessante de espadas, além alguns elementos de parkour e stealth.

O game ainda não possui data de lançamento oficial.

Após isso, tivemos um pequeno trailer do novo projeto da Remedy, chamado “Control”. O game terá seu lançamento em 2019, mas ainda não possui data de lançamento.
Ao que tudo indica, o jogo terá uma pegada bem semelhante a Quantum Break, lançado para Xbox One e PC.

Aqui talvez tenha sido um dos grandes momentos da conferência, com o primeiro trailer do remake de Resident Evil 2. Além disso, o game já está com data de lançamento confirmada para 25 de janeiro de 2019.

Nele, podemos ver lugares que atiçam a nostalgia dos fãs da franquia, como a delegacia e as ruas de Raccoon City.

Após isso tivemos uma rápido anúncio de um game chamado Trover Saves the Universe, que está sendo desenvolvido em parceria com o criador da série Ricky And Morty.

E um novo trailer mostrando mais um mundo da Disney em Kingdom Hearts III. Dessa vez, com foco total em Piratas do Caribe.

E mais um grande exclusivo retorna aos palcos da Sony. Death Stranding, jogo produzido e dirigido por Hideo Kojima, finalmente teve algumas gameplays reveladas. Os gráficos estão belíssimos, mas se tratando de Kojima, não espere nada muito claro sobre o que se trata o jogo.
Mesmo vendo algumas cenas do personagem Sam em diversos tipos de terrenos, carregando vários volumes em suas costas e contando até mesmo com a ajuda de alguns robôs de carga, ainda é impossível dizer sobre o que é esse novo jogo de Kojima.

Death Stranding ainda não possui data de lançamento confirmada.

Tivemos também um pequeno teaser de Nioh 2:

E, já na reta final da conferência, o grande momento ficou com Homem-Aranha, mostrando um pouco mais de sua gameplay, além de mostrar alguns integrantes do chamado “Sexteto Sinistro”, uma união dos vilões clássicos do Cabeça de Teia que estarão presentes no jogo.

Com um combate muito rápido, e uma gameplay fluída, o novo jogo do Aranha chega em 7 de setembro para Playstation 4.

Após o evento, alguns anúncios também foram feitos, como é o caso de Déraciné, game em VR da From Software, que recebeu apenas um pequeno e acanhado trailer.

A Sony trouxe títulos de peso, mas acabou tropeçando em sua própria soberba ao fazer uma conferência sem ritmo algum, e com pouquíssimas novidades. Apesar de ter revelado muito de seus títulos já anunciados, a empresa preferiu se manter em um campo mais seguro, apenas mostrando o necessário, e sem fazer grandes alardes.
Desde o anúncio do Playstation 4, esta talvez tenha sido a sua conferência mais neutra e estranha.

Entretanto, os trailers animaram bastante, mas muitas das posições adotadas pela empresa para essa apresentação poderiam ter sido diferentes.